12-Nov-2019

Please reload

Posts Recentes

Formação Catequistas

September 26, 2017

1/2
Please reload

Posts Em Destaque

Oficina de Oração

March 12, 2017

 

Iniciou-se no dia 07 de março na Catedral as oficinas de oração que acontecem toda terça-feira das 15h às 17h e das 19h às 21h.  Na Capela Nossa Senhora de Lourdes, no Jardim Petrópolis a oficina acontece todas as quartas das 19h30 às 21h30. Todos estão convidados a participar!

 

 

 A Oficina de Oração e Vida foi fundada em 1984, pelo Frei Ignacio Larrañaga. Recebeu o reconhecimento pontifício como Associação Internacional privada de fiéis, de direito pontifício com personalidade jurídica.

Ignacio Larrañaga nasceu em Azpetia, Espanha, em 1928. Ordenou-se sacerdote em 1952. Transferido para a América do Sul, desenvolveu um apostolado diversificado e fecundo. Colaborou na fundação do Centro de Estudos Franciscanos, onde realizou um intenso trabalho de evangelização. Em 1974, iniciou os Encontros de Experiência de Deus, um produtivo apostolado ministrado em trinta e três países, três continentes, que se estende por mais de trinta anos.  

Em 1984, Frei Ignacio fundou as Oficinas de Oração e Vida, serviço eclesial aprovado pela Santa Sé, difundido em mais de quarenta países. Desenvolveu uma atividade evangelizadora específica, destinada a grandes massas, em teatros, ginásios e estádios, sobre questões cristológicas, matrimoniais. Em 2009 (com 81 anos de idade) iniciou uma série de conferências em cidades de diferentes países onde funcionam as Oficinas de Oração e Vida animando e confirmando o povo das Oficinas e realizando conferências para o grande público sobre temas da atualidade no campo da família. É autor de várias obras (livros, DVDs, CDs), dentre as quais destacam-se os livros "Mostra-me teu rosto", "O silêncio de Maria", "Irmão de Assis", "Sofrimento e paz", "O Pobre de Nazaré", "O casamento feliz" e o DVD “Buscando seu rosto-como se visse o invisível”.

Conheça alguns dos objetivos das Oficinas de Oração e Vida:

- Introduzir de modo progressivo seus integrantes na vida de oração e em uma síntese vital, com as atividades  temporais ordinárias, mediante o modo próprio destas oficinas (...).
- Fazer seus integrantes conscientes de sua condição e dignidade batismais e de sua responsabilidade na missão que Deus encomenda à Igreja no mundo (...). 
- Levar seus membros a fazer  de cada oficina um viveiro de vocações de apostolado laical a serviço  da Igreja e nas respectivas Dioceses e Paróquias. 
- Inspirar a seus membros, seguindo o modelo de Cristo a fazer-se presentes, com a palavra e a presença, preferentemente até o último dos povos, e transmitir a predileção e a ternura  do Pai.

 

 

Share on Facebook
Share on Twitter