Posts Recentes
Posts Em Destaque

Reflexão do Evangelho- Pe. Aldo Dal Pozzo




11.10.2020. 28º DOMINGO DO TEMPO COMUM

 Isaías 25,6-10; Salmo 22; Filipenses 4,12-14.19-20; Mateus 22,1-14

PARA NÃO PERDER O BANQUETE

O Evangelho fala dos que recusaram o convite para um banquete. É uma parábola em que há um rei, e há os que o rejeitam, não lhe dão atenção, preferem ocupar-se consigo mesmos, não aceitam nem mesmo as especiais comidas e bebidas de uma festa. Suprema ingratidão. Ora, esse rei é Jesus, claro.

A Bíblia fala de muitas festas de casamento. A 1ª leitura, do profeta Isaías, anuncia para todos os povos “um banquete de ricas iguarias” (v.6), e então estará eliminada a morte e o sofrimento.

Há dois assuntos diferentes na parábola de hoje: primeiro, os convidados para a festa; e, segundo, o traje de festa. Os biblistas observam aqui três atitudes: de um lado, a recusa de Cristo por parte do povo judeu em geral e, de outro, a aceitação de Cristo por parte de pagãos. Em terceiro lugar, entre os que aceitam o convite, há os indisciplinados, os desordeiros, os que não se “vestem” dignamente.  Então, há critérios, normas, isto é,  “trajes” ou “veste nupcial” para participar do banquete.     

Aliás, como se sabe, o Apóstolo São Paulo teve que dirigir palavras duras aos que iam  à Ceia do Senhor, comiam o PÃO EUCARÍSTICO, mas sem as devidas disposições. E diz que quem não sabe distinguir o pão comum do pão da CEIA DO SENHOR está destinado ao castigo  (1Corinto 11,27-29). 

Assim, os Apóstolos proíbem aos cristãos participar de banquetes em honra de deuses pagãos (Romanos 13,13; Gálatas 5,21; 1Pedro 4,3). É um pecado grave alguém que comunga do Corpo de Cristo participar de celebrações junto àqueles que não creem na real presença eucarística e, inclusive, zombam da fé católica. Aliás, cresce em nosso país o número dos que desprezam a legítima ceia do Senhor. Azar deles.

Apocalipse 19,9.17, fala do banquete no paraíso. O Apocalipse 21,8 fala dos que vão ser excluídos do banquete: os que permaneceram na imoralidade.     

A pergunta é também a seguinte: ONDE Cristo oferece banquete, banquete para a vida eterna? 

Falando em “banquete do Senhor”, nos últimos dias foi notícia o caso de CARLO ACUTIS, que será beatificado. Ele era um gênio em informática, E UTILIZOU ESSAS NOVAS TECNOLOGIAS PARA DIVULGAR OS MILAGRES EUCARÍSTICOS. Morreu com apenas 15 anos de idade. Ia à Missa todos os dias (sim, todos os dias...), e fazia adoração Eucarística, e rezava o rosário diariamente, e vivia como um jovem de sua época. Morreu em 12 de outubro de 2006. Seu corpo foi encontrado incorrupto. Os órgãos internos continuam intactos. E isso é claríssimo, inequívoco, infalsificável milagre. Os corpos incorruptos dos santos não deixam de ser milagres da Eucaristia. (Obs.: convém repetir que corpo incorrupto não tem nada a ver com mumificação ou certa conservação natural. Há uma diferença infinita. Certos meios de comunicação costumam confundir tudo. Junto a um corpo incorrupto costuma haver certos sinais, como carnes macias, sangue líquido nas veias, odor agradável, membros flexíveis, etc. )           

Siga
Nenhum tag.
Procurar por tags
Arquivo
  • Facebook Basic Square
  • Twitter Basic Square
  • Google+ Basic Square

Pedidos de Orações.

Av. Paraná, 5440 - Vila A - TEL:(45) 3524-4000